• Glauco Castro

Na véspera do nascimento


Dar a Luz... ter um filho...

É sentir algo que não se explica.

Não sabe se teme, se fala...te tira o sono.

É aprender, na marra,

Que você deixará de ser dona do seu nariz.

É sentir algo indescritível,

Nem quem já é mãe sabe explicar.

A frase sempre acaba no "...ah, você sabe o que tô dizendo"...


Será perder noites de sono,

Porque a barriga não te deixa virar.

Será continuar a perder noites de sono,

Porque ela ainda não chegou.

Será, eternamente, perder noites de sono,

Tentando descobrir se ela é feliz.


Creio que ser mãe, é mais que ser pai

Porque afinal, mãe é mãe.

Não se diz "pai é pai".

Se diz, copiou do "mãe é mãe".


Ficará com raiva por não poder ir.

Sentirá uma coisa gratificante e maravilhosa

Por experimentar o "ficar".

Tomará as dores sem perguntar o porquê,

Defenderá sem saber o motivo,

Partirá pra cima... só por partir.


Olhará com cara de tonta,

Como se não acreditasse que saiu de você

Entristecerá quando ela fizer algo que não gostará

E se perguntar... por quê?


E no fim,

Quando suas mãos já não forem tão fortes para segurar as dela,

Quando seu rosto já não for tão suave quando você a teve,

Será olhá-la durante o adeus, desejando que Ele a proteja!


Então, apesar de tensa, respira...relaxa

Pensa no rostinho dela, no primeiro chorinho

Como ela vai te olhar pela primeira vez.

Se tiver o brilho nos olhos tal à mãe

E nascer forte e sã,

Será feliz, guerreira, vencedora...

A começar por... amanhã!


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
CONTATO
pngegg.png
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Black Instagram Icon